“As prioridades dos cidadãos devem ser as prioridades do OGE”, diz frei Mário Rui

Debate

Orçamento Geral do Estado (OGE)

Ao moderar o debate sobre Orçamento Geral do Estado e Cidadania, frei Mário Rui afirmou que, ao elaborar o OGE, o Estado deve ter em conta as prioridades e necessidades dos cidadãos.

“Se não está no Orçamento Geral do Estado, não vai estar na vida das pessoas”, disse frei Mário Rui, destacando a importância da relação entre o OGE e as necessidades das pessoas neste exercício sócio-económico.

Frei Mário Rui

No encontro que reuniu a 12 de Janeiro cerca de 99 pessoas, no Jango do Mosaiko, o moderador apelou aos cidadãos para que tenham um conhecimento mínimo do OGE para que possam entender o que se fala, participar a vários níveis e influenciar na tomada de decisões. “Felizmente, algumas coisas nesse sentido têm vindo a melhorar nos últimos anos, mas há ainda um longo caminho a fazer”, reconheceu.

Depois de partilhar informação sobre as dotações orçamentais de 2019 para o município de Viana, frei Mário Rui exortou os participantes a serem mais activos nas questões do OGE. “Quando temos reuniões com políticos, a nível da imprensa, a nível das redes sociais, nós podemos fazer pressão”.

“O OGE tem a ver com a nossa vida. E para que as coisas sejam melhores depende muito de nós, da nossa atitude e da nossa cidadania”, concluiu o moderador.

Participantes

A participante Madalena Freire, da Associação ao Serviço e Apoio da Dignidade do Ancião, lamentou o facto de o Orçamento Geral do Estado não ter dotações para a sua organização e outras congéneres. “O OGE não é nada mais nem menos do que um bolo que quando é feito em família, todos os filhos devem ser beneficiados”, explicou.

Por sua vez, Honório Capitango deixou um apelo aos grupos de pressão e à sociedade para exigirem a prestação de contas por parte de quem gere as dotações orçamentais e sugere a diminuição dos privilégios dos governantes, considerando ser “um excedente”.

Apoio: Misereor, FEC – Fundação Fé e Cooperação e Instituto Camões

Related Posts
Leave a Reply

Arquivo