Mosaiko participa na Conferência Nacional sobre o Ensino Primário

O evento foi realizado pela Associação Handeka, Luanda.

Sob o lema “Ensino Primário e Universal, Condição para o Desenvolvimento”, a Associação Handeka realizou, entre os dias 28 e 29 de Março, em Luanda, a Conferência Nacional sobre o Ensino Primário.

O evento que decorreu no Memorial António Agostinho Neto contou com a presença de cerca de 200 pessoas, dentre as quais membros do governo, deputados, académicos, membros de distintas organizações da sociedade civil, professores representantes de instituições de diferentes níveis de ensino, empresários e pessoas singulares.

A conferência teve o apoio da UNICEF-Angola e do Memorial António Agostinho Neto, e a parceria do Mosaiko, ADRA – Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente, SINPROF – Sindicato Nacional de Professores, Caritas de Angola e do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola.

Durante os dois dias de actividades, os participantes reflectiram sobre os seguintes temas: Financiamento e Universalidade da Educação, facilitado pelo professor Dr. Alves da Rocha; a Realidade dos Professores em Angola, facilitado pelo SINPROF; Educação Humanizante, facilitado pelo professor Dr. Filipe Zau; e a Tipologia das Escolas Rurais, com a facilitação do professor Mauro Ganduglia, representante da Caritas de Angola.

Antes da abordagem dos temas, o vice-presidente da Handeka, Luaty Beirão, fez uma apresentação do diagnóstico feito pela sua organização, a partir de documentos oficiais do governo e outras pesquisas de organizações da sociedade civil sobre a situação da Educação em Angola.

Luaty Beirão disse que a situação em que se encontra a educação em Angola é muito preocupante, pois não contempla, efectivamente, os princípios destacados na Lei de Base do Sistema de Educação e Ensino, sobretudo o princípio da universalidade, referindo que, neste ano, segundo dados oficiais, cerca de 2 milhões de crianças encontram-se fora do sistema de ensino.

A abordagem dos temas foi acompanhada de sessões de trabalhos em grupo à volta de temáticas relativas à educação. As discussões em grupo serviram de base para a elaboração de pensamentos e recomendações estruturais para a educação em Angola.

A participação do Mosaiko

O Mosaiko | Instituto para a Cidadania participou activamente na Conferência sobre o Ensino Primário, antes e durante o evento. Nos dias de actividades, o Mosaiko fez-se representar por uma equipa constituída pelo director geral frei Júlio Candeeiro, o director administrativo frei Mário Rui, a assessora da direcção Daniela Vieitas, a coordenadora da Biblioteca irmã Cecilia Prudencio, o advogado Hermenegildo Teotónio e a advogada-estagiária irmã Francisca Imaculada, os assessores de Grupos Locais de Direitos Humanos José Samoko, Filipe Pedro, Djamila Ferreira e Agostinho Lumati, Almeida António na logística, e os jornalistas Deonilde da Graça e António Gonga.

Related Posts
Leave a Reply

Arquivo